Tag: Ajuste a Valor Presente

Taxas de Juros – Descontos a Valor Presente

Para fins contábeis, é necessário ajustar os valores futuros a receber (como clientes, duplicatas a receber, recebíveis por vendas com cartões de crédito e empréstimos a longo prazo com taxas pré-fixadas) à taxa de desconto efetiva (real), ou, quando esta não é apurável, às taxas de operações similares no mercado financeiro. Esta contabilização é chamada de “Ajuste a Valor Presente“.

Para facilitar estes cálculos, recomenda-se utilizar a taxa de juros praticada, na data do balanço, da instituição financeira em que a empresa capta recursos.

O Banco Central do Brasil divulga tais taxas, periodicamente, através de sua página Taxa de Juros de Operações de Crédito.

Veja também os seguintes tópicos no Guia Contábil Online:

Fechamento e Elaboração de Balanço na Prática tópicos Atualizados e Exemplificados! Abrange detalhes de encerramento de balanço, ativos, passivos, demonstração de resultado, com exemplos de lançamentos, contém detalhes de tributação - Lucro Real, Presumido, Arbitrado e Simples! Clique aqui para mais informações. Fechamento de Balanço 

Mais informações

Dicas práticas – encerramento do exercício

ComprarClique para baixar uma amostra!

Cartões de Crédito a Receber – Necessidade de Ajuste a Valor Presente

Com as normas internacionais de contabilidade e a aplicação de novas regras contábeis aos balanços das empresas do Brasil, presentes na Lei 11.638/2007 e alterações subsequentes, muitos contabilistas ainda não se atentaram para a necessidade de ajustes até então dispensáveis pelas regras antigas.

Uma das contas merecedoras de atenção especial é relativa aos cartões de crédito a receber. Prática comum no comércio varejista, o parcelamento das compras com cartão, sem juros ao consumidor, em 2, 3, 5, 10 ou mais parcelas exige a análise de valor presente destas contas.

O ajuste deverá ser procedido considerando a taxa média de desconto para tais operações (o BACEN divulga uma relação de taxas médias no link http://www.bcb.gov.br/pt-br/sfn/infopban/txcred/txjuros/Paginas/RelTxJuros.aspx?tipoPessoa=2&modalidade=303&encargo=101), aplicado sobre o valor a receber e exponenciado segundo o prazo de recebimento.

Exemplo:

Valores de créditos a receber: R$ 10.000,00

Prazo médio dos recebimentos: 3 meses

Taxa aplicável (utilizamos, neste cálculo, a taxa do B.Brasil de 25.09.2013, último dado nesta data disponível no link indicado do BACEN): 1,84% ao mês.

Fator de ajuste:

(1 + (1,84%))^3 = 1,056

Então temos:

valor futuro dos créditos: R$ 10.000,00

dividido por fator de ajuste a valor presente: 1,056

igual a: valor presente dos recebimentos de cartão: R$ 9.467,71.

A diferença entre o valor contábil e o valor presente (R$ 10.000,00 – R$ 9.467,71 = R$ 532,29) constituirá ajuste a valor presente, debitando-se uma conta de resultado e creditando-se uma conta retificadora do ativo ajustado.

Para maiores detalhamentos e exemplo de contabilização veja o tópico Ajuste a Valor Presente, no Guia Contábil On-Line.

Notícias Contábeis 10.09.2013

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE

NBC CTA 1.000/2013 – Dispõe sobre a adoção plena da NBC TG 1000.

NBC CTA 4.410/2013 – Dispõe sobre trabalho de compilação de informações contábeis.

GUIA CONTÁBIL ON-LINE

Reavaliação de Bens

Terceiro Setor – Provisões

PIS e COFINS Não Cumulativos

ARTIGOS E TEMAS

Ajuste a Valor Presente

O Real Objetivo da Contabilidade

Demonstração do Resultado Abrangente

ENFOQUES TRIBUTÁRIOS

Fiscalização Tributária

Como se Calcula o Ganho de Capital no IRPF?

DEBATES DA CLASSE CONTÁBIL

Precificar os Serviços Contábeis Pode Ser Tarefa Fácil?

Reclamar é Fácil… Você Contribui para a Transformação?

PUBLICAÇÕES ATUALIZÁVEIS

Contabilidade Empresarial

Auditoria Contábil para Concursos

Cálculo do Lucro Presumido ou Arbitrado

Ajuste de Avaliação Patrimonial x Ajuste a Valor Presente

Os termos contábeis podem confundir os profissionais, quando utilizados fora do contexto. Dois termos que tem gerado certa confusão e dúvidas na sua aplicação são:

Ajuste de Avaliação Patrimonial: serão classificadas como ajustes de avaliação patrimonial (AAP), enquanto não computadas no resultado do exercício em obediência ao regime de competência, as contrapartidas de aumentos ou diminuições de valor atribuídos a elementos do ativo e do passivo, em decorrência da sua avaliação a valor justo, nos casos previstos na Lei 6.404/1976, ou, em normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários.

Um dos casos em que essa regra se aplica é quando houver operação de incorporação, fusão ou cisão vinculada a uma efetiva alienação de controle que tenha sido realizada entre partes independentes, ou seja, sociedades que não façam parte de um mesmo grupo econômico.

Os ativos e passivos da sociedade a ser incorporada ou decorrente da fusão ou cisão devem ser ajustados aos valores de mercado e a contrapartida desses ajustes será realizada em uma conta do patrimônio líquido “Ajustes de Avaliação Patrimonial”, que pode apresentar saldo devedor (negativo) ou credor (positivo), dependendo do caso.

Ajuste a Valor Presente: Valor presente (present value) – é a estimativa do valor corrente de um fluxo de caixa futuro, no curso normal das operações da entidade. Tal fluxo de caixa pode estar representado por ingressos ou saídas de recursos.

A determinação da apuração do Ajuste a Valor Presente – AVP envolve elementos do ativo e do passivo de longo prazo e todos os demais elementos patrimoniais de curto prazo, caso tais ajustes tenham efeito relevante nas demonstrações levantadas, em obediência ao previsto nos Artigos 183, VII e 184, III da Lei 6.404/1976 com redação dada pela Lei nº 11.638/2007.

O ajuste a valor presente objetiva trazer para o valor atual, os direitos e as obrigações da empresa que serão realizados ou exigidos em uma data futura.

Para se determinar o valor presente de um fluxo de caixa, é necessário o conhecimento de três variáveis:

a) O valor futuro do item patrimonial (considerando todos os termos e as condições contratados);

b) A data do referido fluxo financeiro (data futura) e

c) A taxa de desconto aplicável à transação.

Em síntese: a diferença principal entre AAP e AVP é o seu objetivo: enquanto o Ajuste de Avaliação Patrimonial visa ajustar ao valor de mercado determinado ativo ou passivo, o Ajuste a Valor Presente visa quantificar seu valor presente em caixa (dinheiro), não importando se o valor de mercado lhe é superior ou inferior.

Contabilidade na Prática - Tópicos Contábeis Atualizados e Exemplificados! Abrange os principais tópicos de contabilidade empresarial, societária e comercial, com exemplos de lançamentos. Contém modelos de planos de contas! Clique aqui para mais informações. Fechamento e Elaboração de Balanço na Prática - um Guia Passo-a-Passo - Tópicos Atualizados e Exemplificados! Abrange detalhes de encerramento de balanço, ativos, passivos, demonstração de resultado, com exemplos de lançamentos. Contém detalhes de tributação - Lucro Real, Presumido, Arbitrado e Simples! Clique aqui para mais informações.

Notícias Contábeis 22.05.12

GUIA CONTÁBIL ON LINE
Patrimônio Líquido
Parcelamento de Débitos Tributários
Reavaliação de Bens da Coligada ou Controlada

Notícias Contábeis 31.01.12

CONTABILIDADE PÚBLICA
Resolução CFC 1.381/2012 – Altera o cronograma de implementação da Resolução Nº 1.161/2009, que aprova o Manual de Contabilidade do Sistema CFC/CRCs.

Notícias Contábeis 12.07.11

GUIA CONTÁBIL ON-LINE
Ativo Diferido – Extinção
Importação de Mercadorias e Matérias-Primas
Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados – DLPA

Notícias Contábeis 07.12.2010

DIVULGAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
Circular Dir. Colegiada BACEN 3.516/2010 – Prorroga o prazo para a divulgação das demonstrações contábeis consolidadas, elaboradas com base no padrão contábil internacional, referentes à data-base de 31 de dezembro de 2010.