Mais Respeito com as Ciências Contábeis e nossos Profissionais! – Parte 2

por Fernando Alves Martins 

Assistindo o Jornal da Record do dia 29/06/2016, uma reportagem me chamou a atenção:

“Quadrilha de tráfico de drogas e armas é presa no interior de São Paulo”

Fonte: http://noticias.r7.com/jornal-da-record/videos/quadrilha-de-trafico-de-drogas-e-armas-e-presa-no-interior-de-sao-paulo-29062016

lista

A imagem acima e a expressão dada a este rascunho/anotação: “Os investigadores encontraram uma espécie de Contabilidade do Crime”.

Façamos um teste! Acessem o GOOGLE e digite a frase “contabilidade do tráfico”. Já possui até imagens de rascunhos relacionando a CONTABILIDADE.

Em 2015 escrevia meu primeiro artigo sobre o desrespeito com as tratativas dada as Ciências Contábeis “Contabilidade” Criativa?

Um ano se passou, escrevi o segundo artigo Mais Respeito com as Ciências Contábeis e Nossos Profissionais!

Como entristece ouvirmos a Mídia, por desconhecimento talvez, vir desvirtuando as Ciências Contábeis!

Entristece mais ainda, não percebermos uma ação afetiva de nossos representantes, seja os Conselhos; Sindicatos; Federações; Academia Brasileira de Ciências Contábeis; Academia de Ciências Contábeis de todos os Estados; Associações Contábeis; entre outros.

Mas também fico animado, pois vejo que lá em 2015 escrevia que “Uma andorinha só não faz verão”, e hoje vejo que já não estou sozinho nessa causa, pois já encontramos belos artigos publicados:

Profissionais Contábeis; Contadores; Contabilistas; Consultores; Professores; Palestrantes; Mestres e Doutores Contábeis; Universidades; Faculdades; Empresas de Consultoria; Desenvolvedores de Sistemas Contábeis; Sites, Portais, Blogs, Fórum; Amantes e Defensores da CONTABILIDADE, vamos nos unir e fazer como o exemplo do Srº. Sergio Fernandes Junior em seu belíssimo Artigo Contabilidade da Propina: Como assim?!:

Por fim, se os órgãos não se atentam a isto, restam aos bravos contadores que labutam diariamente nas suas próprias obrigações, sempre que possível, bradarem contra este tipo de associação, ainda que involuntária, da nossa tão amada contabilidade com qualquer prática criminosa ou ilegal. Atualmente é muito simples fazer contato com repórteres, colunistas e redatores, geralmente seus emails estão disponíveis na própria assinatura da matéria, e sempre existem meios de comunicação viáveis, quem sabe uma mera correspondência sugerindo um novo enfoque ou terminologia não seja o suficiente, ainda que de pouco em pouco, mudar este tipo de emprego do termo “contabilidade”?

E para encerrar, voltemos novamente lá em 2015 – A nova Contabilidade: “Contabilidade Criativa ou Contabilidade do Crime Organizado”:

Assim como ocorreu há um tempo com as manifestações dos médicos referente ao termo utilizado pela Mídia “corria risco de vida”, quero também como nosso colega Ismail Pereira Barbosa (Espaço do Contabilista FOLHA DO CRCPR – Ano 14 – fev/2014 – Edição nº. 75), ver a Mídia dizer simplesmente “controle do tráfico”; “anotações do tráfico”; “roubo criativo”; “jeitinho criativo” e jamais afirmar que isso é Contabilidade. 

Fernando Alves Martins é Contador. Graduado em Ciências Contábeis pela UNESPAR/FECEA – Apucarana/PR. Pós-Graduado em Gestão Financeira, Contábil e Auditoria pela INBRAPE/FECEA – Apucarana/PR e Direito Previdenciário pela Damásio Educacional S/A. – Unidade Apucarana/PR. Contador na empresa Bortolloti Ind. e Com. de Móveis Ltda. (HB Móveis). Estando entre os 05 (Cinco) inscritos e aprovados para ocupar 02 (duas) cadeiras na Academia de Ciências Contábeis do Estado do Paraná (ACCPR) no ano de 2015.

ffernandoam@brturbo.com.br

contabilidade@hbmoveis.com.br

5 comentários em “Mais Respeito com as Ciências Contábeis e nossos Profissionais! – Parte 2

  1. Fernando,
    Parabéns pelas palavras. Sempre fico indignado com essas colocações, só nunca escrevi sobre o assunto. “Sou mais uma Andorinha”.

  2. Fernando meu amigo, primeiramente parabéns pelo artigo, muito bom.

    Aliás parabéns mesmo, pela observação de notar que nossa profissão, está sendo cada vez mais vinculadas, a fatos negativos que nos desmoralizam perante a sociedade.

    Grande Abraço.

    Jhonathas Souza

  3. Belo artigo Fernando, ótima observação, alguém já ouviu dizer “jornalismo do crime” ou “medicina do crime”, pois isso induz uma associação. O que vejo são meras anotações de atos ilícitos e não pode comparado a Ciências Contábeis.

    Forte Abraço.

    Jair Souza

  4. EU, ELIAS DOS SANTOS FERREIRA CONT CRC PA 8979 ME FORMEI EM 1986 E ATUO ATÉ HOJE NA CONTABILIDADE. MAS FICO TRISTE QUANDO ALGUÉM QUER DENEGRIR A NOSSA IMAGEM. POIS SOMOS UMA CLASSE DE GUERREIROS QUE MOSTRAMOS A DIREÇÃO PARA OS EMPRESÁRIOS NÃO CAIR E SIM LEVANTAR O ALTO ESTIMA PARA INVESTIR E GERAR RIQUEZA P/ TODOS. EM RELAÇÃO A REPORTAGEM DA RECORD É PESSOA DESPREPARADA, NÃO TEM OUTRA PALAVRA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s