Atenção para a Provisão para Pagamento do Imposto de Renda

Por ocasião do encerramento do período de apuração do imposto, a pessoa jurídica tributada com base no regime do lucro real, presumido ou arbitrado deverá constituir a provisão para pagamento do Imposto de Renda, inclusive sobre lucros diferidos, desse mesmo período.

Deve-se também contabilizar o valor devido da CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

Esta contabilização visa evitar distribuir lucros ou dividendos indevidos, pois a provisão para o imposto de renda (e da CSLL) é uma despesa que deve ser registrada pelo regime de competência, no ano em que houve o fato gerador (balanço ou receita tributável).

Outro detalhe importante é que a falta da provisão altera o valor do Patrimônio Líquido, que é base de cálculo para a remuneração da TJLP (juros sobre capital próprio), fazendo com que parte do valor eventualmente creditado ou pago a título de juros torne-se indedutível da base de cálculo do imposto de renda (gerando assim um ônus tributário desnecessário, pela retenção do IRF de 15% sem correspondente contra-partida na dedução tributária da empresa).

Consulte também o tópico “Provisão para o Imposto de Renda“, no Guia Contábil Online.

A Contabilidade em relação à apuração dos tributos. Análise das contas contábeis e patrimoniais e dos documentos suporte Atualização garantida por 12 meses! Clique aqui para mais informações. Contabilidade Tributária

Mais informações

Pague em até 6x sem juros no cartão de crédito!

ComprarClique para baixar uma amostra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s