A Solução de Problemas Poderá Estar Registrada no Passado

É impossível registrar todas as informações em nossa mente, mesmo nas mais privilegiadas. É importante organizar a história para interpretá-la com facilidade.

Deixar informações para, no futuro, permitir aos nossos sucessores conhecer a verdade dos fatos é de suma importância para a perpetuação da história e para o juízo correto dos acontecimentos.

Pesquisadores analisam fragmentos de ossos de pessoas e animais, rochas e gravuras para compreender como aconteceu a evolução do planeta e das gerações, pois as informações do passado contribuem para a construção do futuro.

A Igreja Católica adota o livro tombo nas diversas paróquias. De alto valor histórico, o livro tombo é tipicamente canônico-eclesial, no qual são lançados os acontecimentos históricos, atos e fatos significativos e os procedimentos administrativos de maior relevância.

Depois da prensa de Gutenberg (1455), o processo de registro das informações passou a ser mais fácil, barato e rápido. Hoje, especialmente com o uso da informática, temos imensa facilidade de registrar tudo o que fazemos, mas infelizmente ainda desperdiçamos informações por desconhecer os meios que permitem facilmente registrar algo para a história que pode contribuir para o atendimento da nossa necessidade em alguns meses ou anos.

Nessa semana, ao fazer a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) de um cliente, um colaborador percebeu que deve ter havido retificação após a entrega em abril de 2014, mas não a localizava.

Após alguns minutos sem saber o que fazer lembrou-se de recorrer aos registros do CTpres (Controle do Tempo e Precificação dos Serviços), software que, além de precificar os serviços também registra todas as tarefas executadas pelos colaboradores.

Foi feita a filtragem das informações daquele cliente e logo descobriu quem fez a retificação, o que foi retificado e a data da entrega. Em poucos minutos e graças ao processo do “registro tombo da empresa” foi possível rastrear o ocorrido e resolver o problema.

A solução de muitos dos problemas do futuro pode ser, facilmente, a lembrança do que aconteceu no passado. Informações transmitidas ou recebidas dos clientes são de suma importância para recordar a motivação de determinada decisão, por isso o registro de tudo o que fazemos diariamente de maneira organizada é vital para o bom funcionamento da empresa.

Gilmar Duarte é contador, diretor do Grupo Dygran, palestrante, autor do livro “Honorários Contábeis” e membro da Copsec do Sescap/PR.

Atenção: O autor aceita sugestões para aprimorar o artigo, no entanto somente poderá ser publicado com as modificações se houver a prévia concordância do autor.

Guia para implementação de cálculo do preço de serviços contábeis e correlatos. Escritórios contábeis e profissionais de contabilidade têm um dilema: quanto cobrar de seus clientes? Agora chega às suas mãos um guia prático, passo-a-passo, de como fazer este cálculo de forma adequada. Com linguagem acessível, a obra facilita ao profissional contábil determinar com máxima precisão o preço de seus serviços a clientes e potenciais clientes.Clique aqui para mais informações. Como Fixar Honorários Contábeis

Mais informações

Pague em até 6x sem juros no cartão de crédito!

ComprarClique para baixar uma amostra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s